slider7.jpg

A chave da personalidade e da conduta humana

Autoimagem é a visão que temos de nós mesmos, o nosso “retrato mental” baseado em experiências, vivências, estímulos e expectativas futuras. Inclui a forma o tamanho, as proporções do nosso corpo, nossos sentimentos em relação a ele e suas partes, segundo nossa avaliação. O déficit de algum aspecto da aparência é menos importante que os sentimentos que o acompanham.

A autoimagem de uma criança

A imagem que a criança tem de si pode não ser exata. Quanto mais real essa imagem for, maior facilidade terá de se comportar diante da vida. Quanto mais a criança gostar de sua autoimagem maior será sua autoestima. Adler, discípulo de Freud, falava em sentimentos de inferioridade originários da infância, onde a criança sentia-se pequena e fraca em contato com o adulto, grande e forte. Precisando ser cuidada, tomada ao colo, recebe mensagens de sua dependência e fragilidade.

Autoestima

Pesquisas afirmam que a autoimagem está diretamente relacionada com a autoestima, já que ambas fazem parte do processo de construção da própria personalidade. Interagindo entre si, permitem que o indivíduo adquira coerência e consistência individual.

sucesso

Verdade seja dita, ter uma autoimagem que favoreça a pessoa pode ser a chave para o sucesso e a felicidade dessa pessoa por toda a vida. A autoimagem sempre irá se manifestar nas opiniões, nas roupas que veste, na decoração das casas, até na forma como se fala e gesticula.

Satisfação

Para as mulheres, a satisfação com a autoimagem é o terceiro indicador mais forte de satisfação com a vida em geral. Para os homens, a satisfação com a autoimagem é o segundo mais forte indicador de satisfação com a vida, atrás apenas da satisfação com a situação financeira.

Untitled

Verifica-se que na ausência de autoimagem e de autoestima positivas, o indivíduo usa o egoísmo e a dependência para criar relações nocivas e doentias. No entanto, quando as mesmas estão presentes, melhora o espaço para relações positivas e sem tensões ou frustrações.

Cultura da aparência na sociedade moderna

Nossa sociedade vive a cultura da aparência, a beleza adquire conotação de aceitação e de rejeição. Não ser belo equivale a ser rejeitado. A busca da beleza é também busca de aceitação. Pessoas atraentes são mais valorizadas, mais requisitadas. O indivíduo se esforça para ser aprovado e para obter a habilidade que o incluirá naquele meio.

A beleza é uma delas e a mais valorizada, inclusive como critério de inclusão. Quando uma criança pergunta se é bonita está solicitando a aprovação do adulto. Quando essa criança não obtém êxito na construção de uma autoimagem pode generalizar essa inadequação para outras áreas de sua vida. A avaliação que fizer de si, suas crenças a respeito, determinarão seu comportamento futuro.