ACADEMIA BRASILEIRA DE COACHING E PNL

Blog

Coaching executivo – Intervenção em 4 fases

Blog

O melhora para sua empresa

O processo de coaching executivo

Hoje, frequentemente, existe uma enorme lacuna entre as expectativas que depositamos nos executivos e o que o dispõe o mercado para ajudá-los. Bem como a desenvolver seus atributos e habilidades necessárias a atender tudo que se espera deles.

O coaching executivo foi projetado para preencher essa lacuna. No entanto, apenas cerca de um terço das organizações fazem uso do coaching executivo no desenvolvimento de pessoas para cargos executivos. Isso nos Estados Unidos da América, enquanto no Brasil esse número é bem menor. Lá cerca da metade usa coaching executivo para executivos de nível VP e acima. Enquanto a maioria das organizações continua a depender de treinamento customizado e tarefas de desenvolvimento tendo como base de abordagem o desenvolvimento de liderança. No entanto o coaching executivo é muito mais eficaz.

O coaching executivo consiste em quatro fases básicas no relacionamento de trabalho entre coach e executivo: conscientização, análise, ação e realização

Primeira fase: Conscientização

Fase da “conscientização” de uma intervenção de coaching executivo, começa com uma reunião entre o coach e a equipe executiva. Do mesmo modo pode incluir não apenas o executivo e a pessoa a quem ele se reporta, mas também um executivo sênior e um representante de recursos humanos. Nesse estágio, o Coach participa de discussões para entender o histórico e as metas estabelecidas pelo cliente. Bem como garantir que a equipe do cliente esteja comprometida com o processo de coaching.

Além disso, o coach encontra-se frente a frente com a pessoa que está sendo treinada. Aqui, um objetivo é recapitular e reforçar as informações da reunião inicial do grupo, esclarecendo expectativas quando necessário. Outra é garantir que o executivo esteja totalmente comprometido com o processo de coaching. Parte desse processo inclui uma entrevista detalhada em que a vida, a carreira, os pontos fortes, as fraquezas e as motivações do executivo são exploradas em profundidade.

Segunda fase: Análise

O segundo estágio de uma intervenção de coaching executivo é sobre a análise. O cliente pode fazer uma ou mais avaliações e outras partes interessadas são entrevistadas. Posteriormente, ocorre uma reunião entre o coach e o cliente para definir expectativas, discutir as competências-alvo para o sucesso e entender os resultados das entrevistas com as partes interessadas. Aqui e em conferências telefônicas futuras entre coach e cliente, um plano de desenvolvimento individual é finalizado e compartilhado com o executivo patrocinador e o representante de RH do cliente.

Um dos primeiros objetivos articulados deve ser revisar os dados de avaliação sobre o cliente. Nessa parte será identificado seus pontos fortes (incluindo os pontos fortes que ele ou ela não conhecia). Assim como as necessidades de desenvolvimento (incluindo as necessidades de desenvolvimento que ele ou ela não conhecia). A partir disso, um plano de ação pode ser criado, juntamente com um cronograma de chamadas de coaching, onde o progresso será revisado e questões ou preocupações trazidas à discussão.

Terceira fase: Ação

Nesta fase, o cliente se concentra em mudanças específicas necessárias para cumprir o plano de desenvolvimento individual. Isso pode exigir que o cliente:

  • Tente novos comportamentos e relate-os ao treinador
    • Tente novas habilidades
    • Fortalecer as principais relações dentro da organização
    • Fale com executivos de sucesso que incorporam os pontos fortes que o cliente deseja desenvolver (modelagem)
    • Conhecer outras partes interessadas por sua contribuição aos objetivos e planos de desenvolvimento do cliente
    • Participar de programas de treinamento conforme necessário

Ao longo desta etapa, o cliente e o coach estão em comunicação regular, pessoalmente ou por telefone, para garantir que o foco permaneça no plano de desenvolvimento e para discutir sucessos e problemas em situações específicas.

Quarta fase: Realização

O estágio final da intervenção de coaching executivo é o estágio de resultados. Por conseguinte, é nesse momento que as pesquisas são enviadas às partes interessadas. Por outro lado um feedback será fornecido sobre a melhoria e o progresso do cliente. Enfim s resultados dessas pesquisas serão discutidos com o cliente e, se as correções do curso forem necessárias, elas serão documentadas.

Quando chegar a hora em que o cliente e as partes interessadas concordarem que o processo de coaching executivo atendeu suas expectativas, o coach iniciará um período de “redução gradual” em que o cliente será obrigado a fazer mais e mais dos comportamentos-alvo por conta própria. Em síntese a necessidade de coaching individual se tornou cada vez menor. Finalmente, uma sessão de acompanhamento formal pode ser realizada várias semanas após a última sessão de coaching para obter feedback. Do mesmo modo reconhecer as realizações e apresentar um relatório final sobre o resultado do processo de coaching.

Conclusão

O coaching executivo bem-sucedido é um processo definido. Igualmente com uma estrutura na qual cada coach e cliente pode personalizar etapas e atividades para obter a máxima eficácia. Requer comprometimento por parte do cliente, do coach e das partes interessadas na organização do cliente. O coaching executivo é a melhor maneira de garantir que os executivos aprendam como atender e superar as expectativas, tanto no dia a dia quanto no longo prazo.

 

Compartilhar este artigo:

2 thoughts on “Coaching executivo – Intervenção em 4 fases”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preparamos você para ser um vencedor. Acredite – você é capaz de superar qualquer dificuldade para chegar onde desejar – vamos te dizer como.